Proyectos

Projeto de Monitoramento da Cobertura Florestal

16 de Enero, 2017 Impresión
Projeto de Monitoramento da Cobertura Florestal

O Projeto de Monitoramento da Cobertura Florestal na Região Amazônica é uma iniciativa da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica – OTCA para o desenvolvimento e implementação de sistemas integrados de monitoramento da cobertura florestal. As principais metas contribuem à gestão florestal nos temas relativos ao desmatamento, à ocupação da terra, às mudanças no uso do solo, à gestão florestal sustentável. O Projeto coloca à disposição dos Países Membros da OTCA informações referentes à extensão e à qualidade da cobertura florestal na Região Amazônica.

O Projeto Monitoramento possui múltiplos parceiros estratégicos, como os ministérios das Relações Exteriores e os de Meio Ambiente dos Países Membros (Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela), assim como os diferentes colaboradores. Igualmente, conta com o apoio técnico do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil – INPE.


COMPONENTES

O Projeto monitoramento se executa em duas fases. A primeira com início em junho de 2011 e a segunda, em outubro de 2013. Em cada etapa, realizaram-se as seguintes atividades:

Fase 1. “Monitoramento do Desmatamento, Aproveitamento Florestal e Mudanças no Uso da Terra na Floresta Pan-Amazônica - RED PD 029/09 Rev.1 (F), financiado pela Organização Internacional de Madeiras Tropicais – OIMT, a Cooperação Alemã – BMZ/ GIZ e a Cooperação Holandesa –DGIS. Esta fase teve os seguintes componentes e atividades:

  • Planos Nacionais de monitoramento da Cobertura Florestal 

            - Instalação das Unidades de Coordenação Nacional e a Unidade Regional.

            - Workshops de orientação metodológica e estratégica de coordenação.

            - Formulação e validação dos planos nacionais.

  • Implementação dos Sistemas Nacionais de Monitoramento

           - Reforço das capacidades institucionais e treinamento.

           - Monitoramento das atividades regionais e fomento ao intercâmbio.

           - Operação das Salas Nacionais de Observação.

  • Projeto de Intercâmbio e Foro de concertação

            - Planificação, agenda e logística dos foros.

Fase 2.“Monitoramento da Cobertura Florestal  na Região Amazônica”,  iniciado em outubro de 2013 com o Fundo Amazônia. Atualmente, estão em funcionamento as seguintes ações: 

  • Fortalecimento das Salas de Observação.
  • Execução dos Planos Nacionais de monitoramento da Cobertura Florestal.
  • Capacitação em tecnologias de monitoramento.
  • Suporte regional na cooperação no combate ao desmatamento ilegal.
  • Monitoramento do projeto, seguimento e supervisão.

RESULTADOS E IMPACTOS

Entre os principais resultados do Projeto de Monitoramento, ao longo do período de 2011 até 2017, pode-se destacar o fortalecimento do diálogo comum entre os Países Membros, assim como o desenvolvimento da informação relacionada ao monitoramento da cobertura florestal realizado pelas Salas Nacionais de Observação (SdO) instaladas nos países em 2012.  Podem ser destacados: 

  • O Apoio às instituições nacionais

O Projeto apoia a continuidade de iniciativas dos governos relacionadas ao monitoramento do desmatamento e às mudanças no uso da terra. Cada País Membro possui uma Unidade de Coordenação Nacional que facilita os acordos relativos ao desenvolvimento de sistemas de monitoramento na Região Amazônica.

  • A formulação de Planos Nacionais de Monitoramento da Cobertura Florestal nos Países Membros da OTCA

Os Países Membros da OTCA formularam seus respectivos Planos Nacionais de Monitoramento ou atualizaram planos já existentes. Estes planos, validados em reuniões nacionais, foram apresentados no Workshop Regional em Lima, Peru, em agosto de 2014.

  • A instalação, equipamento, e entrada em funcionamento das Salas Nacionais de Observação (SdO)

As SdO para monitoramento do desmatamento na Região Amazônica foram instaladas, em 2012, em todos os Países Membros da OTCA. A instalação e o início das atividades em cada país foram realizados com o apoio das Coordenações Nacionais designadas pelos países.

  • A capacitação das equipes em técnicas de monitoramento

Com o objetivo de implementar o Projeto Monitoramento e as operações nas Salas de Observação, foram assinados acordos, em 2010 e 2013, com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil - INPE. Os acordos promovem a capacitação dos técnicos das Salas de Observação nas tecnologias de monitoramento, e asseguram o apoio técnico à SdeO. 

São realizados cursos de monitoramento de Florestas Tropicais com o sistema Terra Amazon/PRODES que tem a capacidade de fornecer informação atualizada sobre o desmatamento. O acordo da OTCA com o INPE/CRA inclui também o monitoramento de queimadas via satélite; obtenção de informações através do mapeamento do uso e cobertura da terra de áreas já desmatadas. 

  • A elaboração de Mapas Regionais do Desmatamento Amazônico

Os Mapas Regionais do Desmatamento são um indicador dos esforços dos Países Membros para combater o desmatamento ilegal. É importante destacar que com o apoio das Salas de Observação nos Países Membros da OTCA, foram preparados quatro mapas regionais do desmatamento da Região Amazônica. Um referente ao período entre 2000 a 2010, o segundo de 2010 a 2012, um terceiro de 2013 a 2014 e um quarto mapa de 2014 a 2015 com entrega prevista para o final de 2017. 

Também ao final de 2017, serão entregues dois Mapas de Cobertura e Uso do Solo (2000-2010 e 2010-2012) baseados nas áreas desmatadas previamente demarcadas nos mapas regionais.





Otros Proyectos